Fernando Santos perde a noção e humilha jogador do Sporting




Sporting ‘ausente’ da seleção portuguesa pela primeira vez O Sporting não tem qualquer jogador nos 26 convocados hoje divulgados da seleção portuguesa para o Mundial2022 de futebol, que arranca em 20 de novembro, situação inédita em fases finais de grandes competições. Os eleitos pelo selecionador Fernando Santos não incluem nenhum jogador ‘leonino’, caindo, dos 55 pré-convocados, o defesa Gonçalo Inácio, o médio Pedro Gonçalves, os extremos Nuno Santos e Francisco Trincão, e o avançado Paulinho. O clube, um dos três ‘grandes’ e historicamente um ‘fornecedor’ da equipa das ‘quinas’, nunca ficou de fora das presenças em fases finais, começando com oito jogadores chamados à estreia, no Mundial1966, na qual os ‘magriços’ conseguiram o terceiro lugar.

Em campeonatos do mundo, o número mais baixo de atletas ‘verdes e brancos’ na formação lusa remonta a 2006, quando o guarda-redes Ricardo e o defesa Marco Caneira foram os únicos chamados por Luiz Felipe Scolari. Ainda assim, o valor mais próximo da ausência completa tinha sido a participação de Jordão no Euro1984, dois anos antes de quatro sportinguistas no Mundial1986: Damas, Morato, António Sousa e Jaime Pacheco. No Mundial2002, sete jogadores do então recém-consagrado campeão nacional Sporting representaram novo ponto alto, antes de o novo século trazer renovada internacionalização do futebol português, com jogadores de clubes internacionais a representarem cada vez mais o grosso das convocatórias.

No Euro2020, adiado para 2021, foram três os ‘leões’ presentes, depois do título nacional, no caso Nuno Mendes, João Palhinha e Pedro Gonçalves — os dois primeiros jogam agora no estrangeiro, o terceiro é um dos grandes ausentes da lista. Rui Patrício (Roma), William Carvalho (Betis), Bruno Fernandes (Manchester United) e Gelson Martins (Mónaco), todos entretanto transferidos, tinham sido os últimos atletas do Sporting num Mundial, na Rússia, em 2018. Alargando a análise para lá de fases finais de mundiais e europeus, o cenário mantém-se, uma vez que o Sporting sempre teve futebolistas chamados para outras provas seniores internacionais. Na única participação na Taça das Confederações, em 2017, estiveram presentes quatro ‘leões’, e na fase final da Liga das Nações de 2019, Bruno Fernandes representou os ‘verdes e brancos’ na vitoriosa campanha lusa.

O cenário é idêntico, ainda, na seleção feminina, que em 2017 contou com cinco jogadoras, na estreia em fases finais do Campeonato da Europa, a que regressou em 2022, com novo quinteto ‘leonino’. O Campeonato do Mundo realiza-se no Qatar, entre 20 de novembro e 18 de dezembro. Portugal está integrado no grupo H, juntamente com Uruguai, Gana e Coreia do Sul, de Paulo Bento, tendo estreia marcada na competição para 24 de novembro, diante dos ganeses, no Estádio 974, em Doha.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem