SPORTING: Varandas diz que regresso de Ronaldo a Alvalade nunca foi hipótese




O presidente do Sporting, Frederico Varandas, disse na terça-feira que o regresso de Cristiano Ronaldo ao clube de Alvalade nunca foi hipótese e disse ainda não entender o critério das convocatórias da seleção portuguesa de futebol.
Questionado em entrevista à RTP3 sobre se o regresso do capitão da seleção ao clube foi 'vetado' pelo treinador, Ruben Amorim, o líder dos 'leões' recusou "alimentar o ruído e a novela" em torno de 'CR7' e foi taxativo na resposta.

"Claro que não! Não só não vetou, como nunca sequer foi assunto, nunca esteve em cima da mesa. Até hoje, nunca existiu essa conversa entre mim, Hugo Viana e Ruben Amorim. Sei que isso vende muito, mas não existiu nada", ripostou Frederico Varandas.
O presidente 'leonino', no entanto, considerou que o capitão da seleção é "um dos melhores jogadores da história do futebol mundial" e que "será sempre a bandeira da formação do Sporting", mas recusou abordar o assunto "por respeito ao Cristiano Ronaldo, ao Manchester United e à seleção nacional", onde "precisa de estar bem".

Seleção, essa, que pela primeira vez na sua história vai disputar um Mundial sem qualquer jogador do Sporting na convocatória, um critério que Frederico Varandas atribui exclusivamente às opções de Fernando Santos e diz não compreender. "Para mim é importante respeitar a decisão de uma pessoa, mas uma decisão que eu não consigo concordar. Não consigo concordar como não estão dois jogadores do Sporting na seleção", assumiu Frederico Varandas, antes de enumerar os números de jogos, golos, assistências e outros dados estatísticos do defesa Gonçalo Inácio e do avançado Pedro Gonçalves.

De resto, não quis comentar a convocatória do defesa do Benfica, António Silva, de apenas 19 anos, por não ter interesse em "falar dos outros", mas comparou a situação de João Mário na seleção, médio dos 'encarnados' formado no Sporting e que se transferiu para o rival em 2021, após uma época nos 'leões' por empréstimo do Inter Milão. "Tem havido um critério que não percebo. Em 2020, o Sporting garante o empréstimo de João Mário, que não ia à seleção há dois anos. É titular toda a época, campeão nacional, ganha a Taça da Liga, nunca foi chamado. Em julho muda de clube, no final de agosto é convocado", exemplificou.

Ainda assim, Varandas manifestou total apoio à equipa orientada por Fernando Santos e vontade de ver Portugal a triunfar no Qatar. "Se enquanto presidente do Sporting gosto de ver isto? Não! Tem a ver com as opções do selecionador nacional, mas não gosto, não acho justo. Se quero que a seleção ganhe, claro que sim", concluiu Frederico Varandas. Após um início de época atribulado, a saída de Cristiano Ronaldo do Manchester United voltou esta semana a ser colocada 'em cima da mesa', após uma entrevista em que o capitão da seleção teceu duras críticas ao clube e ao seu treinador, Erik ten Hag.

Alguns órgãos de comunicação social de Inglaterra e de Portugal têm noticiado, neste mês e também no início da época, a possibilidade de CR7 regressar ao Sporting, uma hipótese que o treinador dos 'leões', Ruben Amorim, tem negado consecutivamente desde o verão. Cristiano Ronaldo encontra-se, atualmente, em estágio com a seleção portuguesa, em preparação para o Campeonato do Mundo do Qatar, que Portugal irá disputar sem qualquer jogador do Sporting na convocatória pela primeira vez na história.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem